A Matemática

Matemática? Bragh! Detesto matemática! É só p’ra crânios! Afirmações deste tipo são comuns nos nossos jovens dos dias de hoje, muitas vezes, produto de preconceitos enraizados na sociedade. De facto, não são só os mais jovens que sofrem deste mal. Grande parte da sociedade vê na matemática um bicho de sete cabeças. Assim, considera-se normal que os miúdos não gostem, não se dediquem nem tenham aproveitamento escolar nesta disciplina. Desta forma, o papel do professor de matemática está cada vez mais dificultado.
Tem-se a ideia de que a matemática é um edifício de técnicas e teoremas. Nada mais natural que esta situação. Pois o ensino da Matemática não tem sido isso mesmo? Um treino intensivo de técnicas, um acumular de noções e conteúdos em tempos que parecem cada vez mais escassos, uma avaliação de aprendizagem que consiste, ainda hoje, essencialmente, em testes e exames escritos? Que ideia diferente poderia ter resultado de tal tratamento?
A matemática tem certamente características próprias, resultantes da sua natureza abstracta, da sua carga simbólica, dos seus métodos rigorosos. Mas será mesmo inevitável que a maioria dos jovens passem por tantas dificuldades nesta disciplina?

2 comentários:

Achei Aracatu!!! disse...

Adorei seu blog parabens, eu tambem odeio matematica! só de falr nela ja fico com nojo!!! faloww

Mestre Yoda disse...

tinha que ser um burro como vc para escrever essa merda!