Yasser Arafat

Yasser Arafat , finalmente, morreu. Apesar de ter sido Nobel da paz,não tenho nenhuma simpatia especial por ele. Foi um terrorista assumido durante 20 anos da sua vida. Nos últimos tempo apoiava e mantinha grupos terroristas como o Hamas e a Al Aqusa. Mais, foi um ditador corrupto que acumulou uma fortuna enorme (por exemplo, pagava uma mesada de 150 mil euros mensais à sua mulher, em Paris), ao mesmo tempo ia levando o seu povo a viver na miséria, em Gaza e na Cisjordânia. Sempre fingiu querer a paz para a rejeitar repetidamente cada vez que ela se aproximava.

Com a sua morte, dizem que se abre uma janela de oportunidade para a resolução do conflito do médio oriente. Mas, ao que me parece, ainda não vai ser desta, a não ser que Jesus volte.

Sem comentários: