Convém que Ele cresça e que eu diminua

Aproveitando a tolerância de ponto, concedida pelo governo Cabo-verdiano a propósito da morte de João Paulo II, decidi dar uma vista de olhos nas cerimónias fúnebres que preenchem as televisões há imensos dias. E, ao observar toda aquela ostentação, riqueza e idolatria, não pude deixar de pensar na morte singular de Jesus Cristo na cruz, e lembrar que “não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.” (Actos 4.12).

Sem comentários: