Modelo de Avaliação alternativo

Hoje lembrei-me que nos meus tempos de estudante universitário da FCUL havia um jornal publicado pela associação de estudantes - o Improp - que de tempos em tempos divulgava os resultados de uns inquéritos, feitos aos alunos, sobre todos os professores da faculdade. Já na altura achava isso muito arrojado, pois os questionários tinham que ver precisamente com a prática lectiva destes docentes.
Não sei exactamente que efeitos tinham essas publicações na prática docente, mas tenho para mim que radicavam num princípio válido: os melhores avaliadores dos professsores são os próprios alunos - proncípio que considero válido, pelo menos a partir de certa idade e nível de escolaridade.

Conseguem imaginar algo parecido nas nossas escolas? E que tal as associações de estudantes das nossas escolas secundárias fazerem inquéritos regulares a todos os alunos da escola sobre a prática lectiva dos seus professores? E que tal publicar e publicitar os seus resultados?
Tal como existia na faculdade, proponho as seguintes questões para os eventuais e pouco prováveis inquéritos:

1. Como classifica o professor X quanto à preparação e organização das suas aulas?

2. Como classifica o professor X quanto à adequação das estratégias de ensino nas suas aulas?

3. Como classifica o professor X quanto ao desenvolvimento das actividades lectivas nas suas aulas?

4. Como classifica o professor X quanto à correcção científica nas suas aulas?

5. Como classifica o professor X quanto ao cumprimento do programa nas suas aulas?

6. Como classifica o professor X quanto à capacidade de comunicação e estímulo do interesse nas suas aulas?

7. Como classifica o professor X quanto ao uso de recursos inovadores e diversificados nas suas aulas?

8. Como classifica o professor X quanto à promoção do trabalho autónomo e aquisição de hábitos de estudo nos seus alunos?

9. Como classifica o professor X quanto à promoção de um clima favorável à aprendizagem nas suas aulas?

10. Como classifica o professor X quanto à promoção da integração dos alunos e da adopção de regras de convivência, colaboração e respeito nas suas aulas?

11. Como classifica o professor X quanto à disponibilidade para atendimento e apoio aos alunos?

12. Como classifica o professor X quanto ao equilíbrio no exercício da autoridade e adequação das acções desenvolvidas para a manutenção da disciplina nas suas aulas?

13. Como classifica o professor X quanto à regularidade, adequação e rigor da avaliação diagnóstica, formativa e sumativa das aprendizagens, incluindo a sua apresentação em tempo útil aos alunos?

14. Como classifica o professor X quanto ao equilíbrio no exercício da autoridade e adequação das acções desenvolvidas para a manutenção da disciplina nas suas aulas?

Que tal, vamos a isso?